08002825480

Sistema de delivery: 9 etapas para montar o seu!

Ler depois

Sistema de delivery: 9 etapas para montar o seu!

Ler depois

Quer aumentar suas vendas no segmento alimentício mas ainda não sabe como? Uma ótima opção é investir no sistema de delivery. Se você duvida do potencial dessa modalidade de atendimento, uma pesquisa da plataforma iFood, em 2016, revela que esse modelo de negócio cresceu 20% se comparado ao ano anterior

A plataforma observou um impressionante crescimento de pedidos, uma média de 120% nos últimos 5 anos. Números pra lá de animadores e que evidenciam o potencial do setor.

Diante de um quadro tão promissor, não dá para perder mais tempo, certo? Para ajudar, destacamos em 9 passos o que você precisa fazer para montar uma operação de entrega eficiente e lucrativa.

1. Monte um sistema personalizável

Um dos muitos dados interessantes que a pesquisa do iFood revelou é sobre as preferências do público que utiliza serviços de delivery. No capítulo 7, sobre necessidades específicas, o estudo mostra a importância da personalização dos cardápios. 

Seja por restrições alimentares ou por vontade de experimentar sabores diferentes, as pessoas que usam delivery tendem a optar por serviços que possam ser ajustados a seus gostos pessoais. Lembre-se desse dado e pense em opções alternativas para incluir em seu cardápio e aumentar seu público, mas sem perder sua essência e foco principal.

2. Faça o controle dos pedidos

Oferecer cardápios personalizáveis é de pouca utilidade se seu serviço de delivery não puder dar conta do registro de todos os pedidos que chegarem. Porém, a tecnologia pode ser uma ótima aliada nesse momento – e soluções prontas não faltam no menu da informática.

Softwares como o gestãoclick são projetados justamente para ser o braço digital em restaurantes e lanchonetes que trabalham com entregas. No entanto, se sua empresa ainda não pode pagar por um programa de computador dedicado ao controle dos pedidos, você poderá recorrer a soluções gratuitas. Seguem algumas:

O mais importante é que você tenha a informática e a tecnologia a seu lado. Acredite, por mais organizado que alguém possa ser utilizando papel e caneta, deixar de contar com um sistema digitalizado pode aumentar consideravelmente sua margem de erros e, como sabemos, registros errados levam a clientes insatisfeitos, trazendo má reputação, menos lucro e, consequentemente, o possível fracasso de um negócio

3. Conheça os horários de pico

Quem trabalha com entregas tem por obrigação conhecer as dinâmicas do fluxo de trânsito. Saber em que horários o tráfego está mais ou menos intenso, ou mesmo impraticável, permite à empresa dar um feedback mais preciso para o cliente.

Para seu estabelecimento, é muito ruim informar que vai entregar em 30 minutos e, na prática, fazer a entrega em 45. Essa projeção do tempo depende diretamente do conhecimento que você tem sobre o trânsito no local onde atua ao longo do dia.

4. Contrate motoboys terceirizados

Gerenciar uma frota de motocicletas pode ser uma tremenda dor de cabeça para quem já tem muito com o que se preocupar. Ter que lidar com problemas mecânicos nos veículos, faltas, atrasos de motoboys e outras questões que fogem das suas atividades principais pode dificultar as entregas.

Para evitar esses problemas, o mais indicado é recorrer à terceirização. Contratando uma empresa especializada em entregas, você terá a tranquilidade para fazer o que realmente importa: preparar os pedidos e enviar para os clientes. Antes de escolher uma empresa, faça uma cotação em busca dos melhores preços. Afinal, seu lucro não pode ser comprometido.

5. Delimite uma região

Para facilitar suas operações, pelo menos em um estágio inicial, limite suas entregas a uma distância relativamente fácil de se cobrir. Na falta de uma infraestrutura mais robusta, você poderá cobrir percursos de, no máximo, 5 km. Assim, poderá fazer entregas de bicicleta, ou mesmo a pé, dependendo de onde venha o pedido. Também será melhor operar em áreas menores, caso sua empresa não disponha de muitas formas de pagamento.

Começar por uma área menor, além de assegurar a rapidez na entrega, pode servir como um termômetro para o negócio. Os riscos serão menores, e, caso os clientes mostrem-se insatisfeitos, é possível fazer uma nova entrega em tempo hábil. Assim, antes de expandir, sua região poderá servir como laboratório, onde a eficiência e qualidade de suas demandas será posta à prova, reduzindo a margem de erro.

6. Cadastre-se em aplicativos

Você pode e deve aproveitar a exposição que as plataformas digitais de delivery oferecem e anunciar seu negócio nelas. Desde que esteja garantida a capacidade de entrega, elas representam ainda mais possibilidades de aumentar o público. As principais são:

  • Uber EATS
  • iFood
  • Pedidos Já

Conheça as condições exigidas por cada uma delas e cadastre seu estabelecimento. Não se esqueça de certificar-se, antes de concluir a adesão, de que poderá dar conta do aumento da demanda.

7. Valorize o atendimento

No ramo da alimentação, atender bem é a parte mais importante dos serviços. No caso de um delivery, o bom atendimento começa a partir do instante em que uma chamada telefônica é recebida. Manter sempre um tom de voz cordial, que transmita segurança e, até certo ponto, animação é muito importante para que o cliente se sinta acolhido.

Além disso, cliente que é bem atendido, com simpatia e entrega rápida, certamente fará novos pedidos. Pense nisso, na hora de contratar um plano de telefonia empresarial sob medida e capriche!

8. Mantenha a higiene

Outro ponto fundamental para empresas do ramo de alimentação é o zelo com a limpeza nos processos e a higienização de alimentos e utensílios. Não apenas para evitar a mão pesada da fiscalização da Vigilância Sanitária, mas para que o cliente não pague o pato pela falta de atenção a esse aspecto tão importante e que pode gerar uma má impressão.

Diversos aspectos devem ser levados em conta nesse quesito. Além da higienização, também é importante pensar em sua própria segurança e na saúde de seus funcionários.

9. Seja rápido e cuidadoso

Para quem gosta de desafios, o ramo das entregas em domicílio é um prato cheio. Sua empresa deverá estar permanentemente preocupada em entregar com a maior rapidez possível, sem prejuízo na eficiência e qualidade.

Isso significa que os entregadores precisarão acondicionar os alimentos com muito cuidado nos baús, para garantir que eles cheguem inteiros ao destino. Por outro lado, a rapidez na entrega em um sistema de delivery garante que os pratos e as bebidas cheguem ao cliente na temperatura ideal. Sendo assim, conciliar cuidado e rapidez é parte da missão que sua empresa deverá cumprir.

Como pudemos notar, são muitos os aspectos que exigem o máximo cuidado na operação de um delivery. Agora que você sabe o que fazer, que tal aumentar o número de chamadas e pedidos? Dê uma olhada nos planos da Oi pra sua Empresa e encontre o melhor custo-benefício pra atender seus pedidos!

Confira as ofertas da Oi Empresas pro seu negócio

FIXO

FIXO

CELULAR

CELULAR

BANDA LARGA

BANDA LARGA

Leia Também