08002825480

Guia definitivo de como montar uma rede wi-fi empresarial segura

Ler depois

Guia definitivo de como montar uma rede wi-fi empresarial segura

Ler depois

1. Introdução

Ter uma rede wi fi empresarial não é apenas uma questão de fornecer sinal de internet nas dependências da sua empresa. Muito mais do que um recurso, o sinal wireless é um elemento estratégico para o marketing, como ferramenta para atração de novos clientes. Considere os seguintes dados:

Como você pode perceber, diferentes fontes confirmam o que podemos observar no dia a dia com facilidade. As redes sem fio são as preferidas pelos brasileiros na hora de se conectar, em virtude das flagrantes vantagens que oferecem, se comparadas com redes por cabo.

Para saber como aproveitar os benefícios que só uma rede bem arquitetada e estruturada pode oferecer para sua empresa, continue a leitura! Aqui você encontra tudo que precisa saber para fazer do sinal wireless um recurso seguro e confiável em seus negócios. Vamos nessa?

2.  A importância de uma rede robusta para empresas

O maior benefício que uma rede wi fi empresarial proporciona é a mobilidade. Sem fios, o fluxo de informação torna-se muito mais ágil, o que, sem dúvida, facilita o cumprimento de prazos e tarefas, resultando em muito mais produtividade.

Outro aspecto que faz da rede sem fio mais vantajosa é que sua instalação dispensa adaptações na infraestrutura, como é exigido em redes cabeadas. Com sinal wireless, não é necessário quebrar ou furar paredes, tampouco ocupar espaço com metros — que podem chegar a centenas! — de fios. Além do inconveniente, essa fiação pode se tornar um transtorno, dificultando a locomoção das pessoas e poluindo o visual. Cá para nós, não é nada agradável ver um monte de fios emaranhados, certo?

Tudo isso também representa menos custos, já que a instalação de uma rede wi-fi é, necessariamente, muito mais simples.

Há que se destacar, ainda, as oportunidades que sua empresa poderá gerar em termos de marketing. Ao liberar o acesso de sua rede aos visitantes ou mesmo transeuntes, você poderá condicionar os acessos a um cadastro, no qual cada pessoa informará seu e-mail e dados pessoais.

Com o consentimento desse novo público, será possível aumentar o alcance de suas ações de marketing digital. E-mail marketing, newsletters e SMS são algumas das diversas possibilidades que sua empresa terá para se aproximar ainda mais das pessoas. Por meio dos cookies, você conhecerá um pouco de seus hábitos e preferências, o que faz seus esforços de vendas serem muito mais efetivos.

Para aproveitar todas essas vantagens, sua empresa vai precisar de uma rede robusta, concorda? Assim sendo, considere que a infraestrutura disponível tem influência direta na qualidade e entrega do sinal. Por isso, é importante que você saiba quais são as características inerentes a uma rede empresarial estável e segura.

3. O que caracteriza uma rede wi-fi empresarial?

O principal aspecto a ser levado em conta na hora de contratar e instalar uma rede sem fio para empresas é que elas não são iguais às que usamos em nossas casas.

Uma das diferenças mais marcantes é a exposição a que as redes empresariais estão sujeitas. Nas empresas, em geral o fluxo de pessoas é muito maior, o que aumenta o risco a potenciais pragas virtuais que se multiplicam por meio da conexão Web.

Como não é possível controlar o que cada um que entra na sua rede faz quando não está na sua empresa, a única alternativa é blindá-la contra eventuais malwares e trojans. Essa blindagem, por sua vez, precisa ser muito mais efetiva do que a de uma rede caseira.

Um dos recursos que empresas usam para proteger os dados que trafegam em suas redes é chamado de filtro MAC Address. Com ele, cada dispositivo conectado é identificado por um número, como se fosse um CPF.

Assim, evita-se a ação de hackers mal intencionados, que usam uma técnica fraudulenta conhecida como “man in the middle” para roubar dados das pessoas ligadas à rede wi-fi. O mesmo princípio se aplica ao firewall, recurso utilizado para evitar que invasores entrem na rede de sua empresa ou pessoas se conectem a sites pouco confiáveis.

Outra característica de uma rede wi-fi empresarial é que seus níveis de latência geralmente são maiores, o que redunda em sinal mais fraco em alguns pontos e mais forte em outros.

Sendo assim, a demanda por distribuir melhor o sinal é muito maior, já que os espaços corporativos, normalmente divididos em setores e compartimentos, são potenciais “enfraquecedores” de redes wireless.

4. Como montar uma rede wi-fi empresarial?

Antes de avançar para a parte mais prática, você precisará dimensionar a sua futura rede empresarial. Isso significa que ela deverá garantir potência e distribuição de sinal suficientes para atender a todos, sem colocar em risco a segurança dos dados que venham a trafegar nela.

Nesse sentido, é fundamental que você saiba que o tipo de rede mais utilizada em empresas é chamada de WLAN, ou simplesmente Rede Local de Área sem Fio. Há, ainda, as alternativas WPANS, recomendáveis em empresas que contam com intranet e as redes de Voz sobre IP (VoIP).

De qualquer forma, sua empresa só poderá dimensionar corretamente o tipo de rede a ser instalada a partir da avaliação de profissionais. Somente a sua provedora de internet poderá instalar uma rede wi-fi empresarial com planejamento, atendendo a características peculiares e observando cuidados adicionais, do tipo:

  • Instalação de antenas e de roteadores;
  • Mapeamento topológico antes de instalar a rede;
  • Site survey, ou estudo de campo, para apontar a solução adequada em termos de capacidade de rede, taxas de transferência e outros aspectos;
  • Estudos de frequências e canais apropriados.

Uma rede bem dimensionada e planejada representa também o caminho mais seguro para futuras expansões. Dependendo de quantos funcionários sua empresa tenha, pode ser que uma rede corporativa seja mais indicada. Isso significa, por outro lado, a impossibilidade de rastrear as pessoas que nela naveguem, em virtude de o controle de banda não ser possível em redes mais robustas.

Tudo vai depender da sua demanda por sinal, que deverá ser sempre avaliada junto à sua provedora de serviços de internet. Cumpridas essas etapas, siga o passo a passo para configurar sua rede:

4.1. Posicione o roteador

A posição do roteador faz toda a diferença, já que, quanto mais centralizada, mais ampla será a distribuição do sinal. Prefira os locais mais abertos, em que obstáculos como portas, paredes e divisórias não possam interferir na potência.

4.2. Faça as ligações

Escolhido o local, é hora de fazer a parte mais simples, que é ligar o aparelho à tomada e o respectivo cabo de rede. Feito isso, você deverá partir para as configurações.

4.3. Configure

No seu navegador Web, digite o endereço que deverá estar inscrito na parte de baixo do roteador. Uma vez abertas, configure-o conforme as orientações nos tópicos seguintes.

5. Como proteger a rede wi-fi da sua empresa?

A segurança de uma rede de internet empresarial sem fios depende de ações de rotina, incluindo reconfigurações periódicas do seu roteador. Afinal, se ele serve como porta de entrada para o sinal sem fio, é também por seu intermédio que invasores entram para levar a cabo seus objetivos.

Para isso, você deverá adotar medidas relativamente simples, como:

5.1. Trocar o nome

Todo roteador sai de fábrica com dados de login padronizados, ou seja, seu aparelho poderá ser acessado por terceiros que possivelmente conheçam esses dados.

Assim, a primeira medida a ser tomada, logo ao instalar sua rede sem fio, é mudar seu nome de usuário. Essa medida deverá ser tomada regularmente, até para evitar que pessoas não autorizadas voltem a acessar sua rede de forma indevida.

5.2. Mudar a senha frequentemente

A mudança do nome da rede é útil para dificultar a ação de invasores que, anteriormente, tenham tido acesso de forma controlada. De qualquer forma, apenas mudar o nome não basta, já que as redes wireless também podem ser localizadas pelo seu raio de abrangência.

Portanto, além do nome, mude periodicamente a senha de acesso como recurso adicional para aumentar a segurança em sua rede.

5.3. Adotar o uso de criptografia

Outra configuração de fábrica que você mesmo poderá modificar, tendo em vista o reforço na segurança, é o padrão de segurança. Normalmente, roteadores são configurados pelos fabricantes com o padrão WEP, mais vulnerável à ação de invasores. Mude para o padrão WPA ou WPA2, muito mais efetivos na proteção de sua rede.

5.4. Cuidar dos dispositivos que conecta

No início deste e-book, destacamos o filtro MAC como recurso de segurança adicional, lembra? Com ele ativado, apenas dispositivos autorizados terão acesso à sua rede sem fio. Dá mais trabalho, já que todo aparelho que se conectar precisa ser identificado antes de acessar a rede, mas, em compensação, o deixa muito mais seguro contra hackers mal intencionados.

Por isso, essa é uma alternativa viável para PMEs com poucos funcionários, uma vez que, em grandes corporações, não é possível identificar todos os aparelhos conectados individualmente. Para usar o filtro MAC, basta acessar, nas configurações do roteador, a opção “Wireless MAC Filtering”, na qual deverão estar listados os equipamentos conectados.

5.5. Desativar o WPS

Um recurso de segurança nem sempre utilizado é a desativação do Wi-Fi Protected Setup, mais conhecido como WPS. Trata-se da opção, nas configurações do roteador, que permite que as pessoas anteriormente conectadas possam fazer novas conexões automaticamente. Para isso, basta apenas estar no raio de abrangência do seu sinal.

Normalmente, o WPS pode ser desativado nas configurações do roteador, desmarcando a opção “Use WPS”.

5.6. Atualizar o Firmware do roteador

Tal como os celulares, sistemas operacionais e outros softwares e roteadores também têm seus sistemas periodicamente ajustados e atualizados pelos fabricantes. Essas atualizações, em geral, incluem novos parâmetros de segurança e de proteção virtual, afinal, os invasores também se movimentam em busca de facilidades.

Essa também é uma opção que você mesmo pode gerenciar, ao acessar, nas configurações do seu equipamento, a aba correspondente a “updates” ou “upgrade”.

5.7. Desligue o gerenciamento a distância

Outra configuração de fábrica que torna seu roteador vulnerável é o controle apenas por LAN. Essa alternativa faz com que as configurações fiquem expostas a quem vier a se conectar, por isso devem ser desabilitadas na respectiva aba do painel de controle.

Para fazer isso, você precisará encontrar a opção “Remote IP Management Access” e digitar o endereço 0.0.0.0.

5.8. Desative UPnP

Se na sua empresa os dispositivos que normalmente se conectam são sempre os mesmos, então vale adotar como blindagem extra desativar os protocolos Universal Plug and Play (UPnP) e DLNA (Digital Living Network Alliance). Eles permitem que dispositivos distintos acessem sua rede automaticamente, por meio da reconfiguração automática de protocolos de segurança.

De qualquer forma, você precisará avaliar o quanto sua proteção vai impactar o acesso à sua rede por clientes. Em negócios com grande fluxo de pessoas, muitas restrições podem atrapalhar seus objetivos de marketing, em virtude das limitações ao acesso público.

Por outro lado, se em sua empresa o movimento não chega a ser tão intenso, então é válido adotar as sugestões que passamos, principalmente se você lida com informação sigilosa ou de outras empresas.

6. Conclusão

Sua segurança vai depender, na verdade, de quanto você está atento, ou seja, de que forma sua rede estará protegida, considerando os tipos de ameaças que podem afetar suas camadas de proteção.

Se você gerencia um consultório médico ou odontológico, então talvez seja mais indicado ter uma rede sem fio mais “democrática”, ou seja, aberta ao acesso de cliente.

No entanto, se sua empresa é um escritório contábil, então o reforço na segurança é indicado, já que dados sensíveis circularão pela sua rede.

Igualmente importante é saber que segurança e abertura ao acesso público não são elementos excludentes.

Você sempre pode definir configurações personalizadas para que sua rede wi-fi empresarial seja, ao mesmo tempo, uma janela de oportunidades de negócios e um ambiente seguro contra invasores.

Na dúvida, consulte sempre o suporte de seu provedor de internet, afinal, com segurança não se brinca!

7. Sobre a Oi

A Oi pra Empresas disponibiliza Internet, telefonia fixa, móvel e serviços de tecnologia da informação voltados para empresas de diversos tamanhos e segmentos, com valores e planos diferenciados. Somos conhecidos pelo preço acessível, apresentando os menores valores do mercado e maior valor agregado.

Conectamos pessoas, organizações, visões e ideias porque acreditamos que juntos somos mais fortes. Assim, fazemos convergir a inteligência e a energia de colaboradores e parceiros na busca por compreender nossos clientes e oferecer-lhes soluções relevantes e transformadoras.

Banner oferta Banda larga e Oi internet empresarial por R$ 64,90 mensais

Leia Também