08002825480

Glossário do varejo: um guia para entender as siglas fiscais

Ler depois

Glossário do varejo: um guia para entender as siglas fiscais

Ler depois

As siglas têm a função de agilizar e melhorar a comunicação. Contudo, quando usadas em excesso e sem a devida contextualização, tomam o papel dos jargões e podem provocar uma verdadeira confusão na cabeça das pessoas. No varejo, uma série de abreviaturas das áreas de finanças e da gestão ainda confundem empreendedores iniciantes.

Se você quer entender o que significam as siglas fiscais e decifrar esse código do mundo dos negócios, acompanhe-nos!

Quais são as principais siglas fiscais do varejo?

Elas são muitas, mas não impossíveis de entender. Com o tempo e a prática, deixam de ser um bicho de sete cabeças! Vamos lá?!

CNAE — Classificação Nacional de Atividades Econômicas

É uma padronização usada pelos órgãos de administração tributária no Brasil para enquadrar as atividades econômicas das empresas.

Para verificar a classificação correta de sua empresa, consulte a tabela CNAE de sua principal atividade econômica. Caso haja atividades secundárias, consulte-as também. Com esse dado em mãos, você se certifica se pode optar pelo Simples Nacional, ou não.

CNPJ — Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica

É o número responsável por identificar a empresa (também conhecida como pessoa jurídica) na Receita Federal Brasileira.

CST — Código de Situação Tributária

Usado para notas emitidas por empresas de Lucro Real e Lucro Presumido.

CSOSN — Código de Situação da Operação no Simples Nacional

Aplicado por empresa que emitem notas pelo Simples.

CEST — Código Especificador da Substituição Tributária

Produtos marcados com esse código estão sujeitos ao regime de substituição tributária de ICMS.

COFINS — Contribuição para Financiamento da Seguridade Social

Destina-se ao financiamento da seguridade social (políticas públicas que buscam amparar os cidadãos em situações de desemprego, velhice e doenças).

CFOP — Código Fiscal de Operações e Prestações

Tem 4 dígitos. No primeiro, é possível verificar qual é o tipo de operação, entrada ou saída de produtos ou a prestação de serviço de transportes.

CSLL — Contribuição Social sobre o Lucro Líquido

Tem o objetivo de financiar a seguridade social, todas as pessoas jurídicas de nosso país devem contribuir. Varia de acordo com o regime de tributação.

DARF — Documento de Arrecadação de Receitas Federais

Nele, as pessoas jurídicas declaram seus rendimentos e outras informações pertinentes para o fisco.

DAS — Documento de Arrecadação do Simples Nacional

Recolhe os tributos no regime de apuração de receita das empresas que optam pelo Simples Nacional. Ele reúne: CSLL, IRPJ, COFINS, IPI, PIS, ISS e a contribuição previdenciária.

DIFAL — Diferencial de Alíquota do ICMS

Um instrumento usado para proteger a competitividade do estado onde o comprador reside. Como há variações de preços entre os estados por causa do ICMS, esse imposto procura equilibrar o cenário.

ECF — Emissor de Cupom Fiscal

Impressora fiscal responsável por emitir os documentos fiscais que resultam de transações comerciais. É integrado ao PAF-ECF (Programa Aplicativo Fiscal).

GNRE — Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais

Documento para operações de vendas feitas fora do estado de produção.

GPS — Guia da Previdência Social

Documento que recolhe as contribuições sociais.

ICMS — Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços

Incide sobre a circulação de produtos e serviços entre estados. Também se aplica a produtos importados.

INSS — Instituto Nacional de Seguro Social

Recolhe fundos para o pagamento de aposentadorias, pensões por morte, auxílio-doença, entre outros. O valor repassado é determinado de acordo com a alíquota da faixa de renda e o salário bruto.

IPI — Imposto sobre Produtos Industrializados

Cobrado sobre produtos industrializados nacionais e importados na saída de fábrica ou quando eles chegam ao país.

IRRF — Imposto de Renda Retido na Fonte

Imposto recolhido do beneficiário da renda, conforme o regulamento do Imposto de Renda.

MVA — Margem de Valor Agregado

Porcentagem determinada pelas Secretarias da Fazenda dos governos estaduais com o objetivo de calcular o ICMS a ser pago por substituição.

NCM — Nomenclatura Comum do Mercosul

Código de 8 números, aplicado por países do Mercosul para identificar mercadorias. No Brasil, ele acompanha o CEST.

NFC-e — Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

Ela substitui a nota fiscal de venda a consumidor e o cupom emitido por ECF. Agora, a Receita Federal passa a monitorar as transações em tempo real.

NF-e — Nota Fiscal Eletrônica

É uma versão eletrônica da nota fiscal que já conhecemos e registra a venda dos produtos.

NFS-e — Nota Fiscal de Serviços Eletrônica

Tem o objetivo de registrar a prestação de serviços. Em um depósito, por exemplo, quando há comercialização de peças, o estabelecimento emite uma NF-e. Quando ele envia um profissional para pequenos reparos, deve emitir uma NFS-e.

PGDAS — Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional

Software para declaração de faturamento de empresas que optam pelo Simples Nacional.

PIS/PASEP — Programa de Integração Social/Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público

Programas integrados de assistência social financiados pelas empresas.

SAT — Sistema de Autenticação e Transmissão de Cupom Fiscal Eletrônico

Sistema que substitui o PAF-ECF. Em alguns estados, ainda podemos optar pelo SAT ou pela NFC-e.

SPED — Sistema Público de Escrituração Digital

Sistema eletrônico e digital proposto pelo governo em substituição à escrituração em papel. Tem o objetivo de repassar dados fiscais e tributários à Receita Federal.

Dominar as siglas fiscais é importante para a gestão de um negócio. Contudo, em caso de dúvidas, conte com a ajuda de um contador e não pense duas vezes antes de fazer uma breve pesquisa!

Agora que você conhece algumas das siglas fiscais mais importantes para a gestão de seu negócio, assine a nossa newsletter. É só preencher o formulário abaixo e você fica por dentro dicas e novidades sobre empreendedorismo, gestão e tecnologia!

Leia Também