08002825480

Entrevista de emprego online: a nova forma de avaliar seu candidato

Ler depois

Entrevista de emprego online: a nova forma de avaliar seu candidato

Ler depois

A entrevista de emprego online é cada vez mais utilizada em processos seletivos por empresas de diversos segmentos, com resultados igualmente positivos, se comparada a métodos tradicionais. Saber como fazer uma entrevista pela internet ajuda a economizar tempo e recursos.

Embora boa parte das organizações não dispense o bom e velho “olho no olho”, com as ferramentas digitais é possível realizar praticamente todas as etapas da seleção de um candidato ou candidata. Da entrevista aos testes práticos, tudo pode ser feito pela Web.

É importante destacar que profissionais de RH são os mais indicados para estruturar um processo de seleção que efetivo, mas se sua empresa ainda não é grande o suficiente para ter um profissional de recrutamento, você pode contratar um empresa terceirizada nesse ramo.

Caso não haja verba disponível para nenhuma das opções acima, e esse seja um de seus primeiros recrutamentos, acompanhe este artigo e veja quais são as vantagens dos processos seletivos digitais, além de 5 dicas para realizar uma boa entrevista a distância.

1. Crie um job description ou descrição da vaga

Antes de qualquer ação externa, é muito importante que você tenha uma definição clara do tipo de profissional que necessita, quais são as qualidades esperadas e como ele pode contribuir para sua empresa.

Um job description adequado deve conter:

  • Descrição da empresa;
  • Responsabilidades do cargo;
  • Qualificações obrigatórias.

É importante esclarecermos que a linguagem utilizada no anúncio da vaga deve refletir a cultura da empresa. Assim, se sua empresa tem um ambiente mais descontraído, use e abuse da criatividade para descrever as atribuições e requisitos necessários ao novo funcionário. Por outro lado, se o perfil do seu negócio é mais formal, esclareça essa característica com um vocabulário adequado no anúncio da vaga.

Mas lembre-se: o candidato precisa compreender claramente o que a empresa espera dele. Dessa forma, a descrição da vaga deve especificar os requisitos desejados, tais como:

  • Habilidades organizacionais;
  • Motivação;
  • Habilidades de gestão do tempo;
  • Capacidade de trabalhar de forma independente.

Vale ressaltar ainda que, caso a vaga seja para um  trabalho remoto, é importante que você faça um job description claro e objetivo. Assim, os candidatos poderão compreender claramente as necessidades da empresa, bem como suas expectativas em relação a ela e à nova posição.

2. Anuncie a vaga

Com a evolução da internet e da Tecnologia da Informação, é cada vez mais comum o uso de sites de vagas de emprego. Selecione criteriosamente o canal que melhor se ajusta ao perfil do funcionário que você procura, pois alguns são direcionados para perfis específicos.

CIEE, por exemplo, é voltado para vagas de estágios ou funções de aprendizado. Já o CVEngenharia, como o nome já diz, foca em posições de trabalho para engenheiros de diversos segmentos.

Além disso você também pode postar a vaga no LinkedIn. O Facebook também conta com páginas e grupos direcionados a segmentos profissionais específicos, como Vagas Marketing Digital RJ, por exemplo.

É importante acrescentar que os processos de recrutamento e seleção evoluíram bastante nos últimos anos, utilizando recursos como neurociência, metadados e softwares de filtragem de perfis.

Por fim, não se esqueça de deixar seus dados, como e-mail e telefone, para que os candidatos possam entrar em contato.

3. Contato inicial por ligação telefônica ou e-mail

Atualmente, o contato inicial com o candidato pode ser realizado de maneiras distintas. Há empresas que ligam para o candidato para marcar uma entrevista, outras fazem essa primeira aproximação por e-mail. Há também quem opte por telefonar e já fazer uma prévia de perguntas ao profissional contatado.

Caso opte por essa opção, verifique se o candidato está disponível para falar naquele momento. Caso ele esteja na rua, por exemplo, será difícil travar uma conversa tão importante para os dois lados de forma adequada. Se for o caso, pergunte qual é a melhor hora para entrar em contato. Outra opção, é marcar essa pré-entrevista por telefone ou via e-mail .

Aproveite esse primeiro contato e fale sobre a vaga e pergunte se o candidato tem interesse na oportunidade.

Apesar de ser complicado analisar um profissional e, sobretudo, um ser humano, apenas pelo telefone, tente observar seu tom de voz, vocabulário, maneira como se expressa e grau de ansiedade. E, acima de tudo, seja empático, muitas pessoas que buscam emprego já estão, de alguma forma, pressionadas.

Caso o profissional seja classificado para uma próxima etapa, entre em contato em tempo hábil para que ele possa se programar para a próxima fase, cuja necessidade cabe ao recrutador.

4. Entrevista Online

Após a triagem dos candidatos por telefone, você pode optar por realizar mais uma conversa, que pode ser presencial, ou realizar uma entrevista online por videoconferência. A maioria das empresas prefere realizar essa etapa pelo Skype, mas existem diversas  ferramentas para esse fim, como o Google Hangouts ou o próprio Whatsapp.

Pontos importantes a serem avaliados:

  • Aparência;
  • Postura;
  • Adequação das respostas.

Você pode estar se questionando sobre a questão da aparência. Fazer uma entrevista online, via videoconferência, significa se expor ao outro de maneira profissional. Ou seja, o candidato deve estar adequadamente vestido e se comportar de forma compatível com a ocasião. E o mesmo vale para você, enquanto empresário e recrutador.

Observe o ambiente que o candidato preparou para para a entrevista online, se é organizado ou não. Essa análise já diz muito sobre suas habilidades organizacionais, destacadas no primeiro tópico. E, mais uma vez, essa mesma observação vale para você.

Na entrevista online, você também tem uma chance para ver como o candidato lida com a tecnologia. Além disso, ainda que o contato virtual não substitua uma avaliação presencial, é possível, por videoconferência, fazer avaliações sobre o seu comportamento. Lembre-se de que a entrevista online é parte do processo seletivo, ou seja, é uma das etapas que compõem a avaliação dos candidatos.

5. Seja transparente e dê feedback

É importante que a transparência seja total ao longo de todas as etapas do processo. Não basta saber o que perguntar em uma entrevista online se a disposição não for sempre de dizer a verdade.

Ainda que o candidato não seja selecionado, dê-lhe um retorno. Já pensou se fosse você precisando de um emprego? Assim, sempre forneça feedbacks aos candidatos, seja o resultado da seleção positivo ou negativo. Explique quais competências faltaram – ou mesmo se excederam – para que aquele profissional não fosse contratado.

Portanto, ao explorar as vantagens da seleção pela web, tenha em mente que um dos seus propósitos é aproveitar melhor o tempo. A agilidade e assertividade do processo seletivo podem ser prejudicadas se a empresa não atualiza seus candidatos sobre sua situação no processo seletivo, além de ser ruim para a imagem da companhia.

Lembre-se, um processo seletivo é uma via de mão dupla e um candidato sempre pode ser um potencial cliente. Se ele tiver um má impressão do seu negócio internamente, poderá tirar conclusões de como ele funciona para o cliente final.

Caso o candidato se sinta lesado durante ou processo seletivo, devido à falta de feedback ou a algum mal-entendido, por exemplo, existe a possibilidade de que esse profissional coloque a boca no trombone, tanto no LinkedIn quanto no Facebook. Isso realmente seria péssimo para os negócios. Exemplos de casos semelhantes existem aos montes, assim, cuide de sua imagem e reputação. Seja sempre honesto, claro e transparente.

E aí, pronto para expandir sua empresa? Não perca mais novidades como essa. Preencha o formulário abaixo e receba nossa news gratuitamente em seu e-mail!

Leia Também