08002825480

Como fazer o monitoramento do processo produtivo com eficiência?

Ler depois

Como fazer o monitoramento do processo produtivo com eficiência?

Ler depois

Produzir mais com menos custo, com maior qualidade e com controle total dos processos? E é claro que você quer isso para a sua gestão! Para conquistar esse feito, você precisa implantar e monitorar os processos produtivos da sua empresa.

Produzir mais com menos custo, com maior qualidade e com controle total dos processos. Você sabe o que é processo produtivo, certo? Mas sabe como monitorá-lo?

Processo produtivo é fazer muito mais, oferecer a melhor experiência, o melhor produto ou serviço para o cliente e, isso, se possível, com uma equipe enxuta, mas com técnicas eficientes. Isso significa menos tempo ocioso e maior foco no padrão de qualidade.

Pensar no processo produtivo e monitorá-lo é, portanto, garantia de acerto com menos custos e mais eficiência!

Como implantar e otimizar o processo produtivo em sua empresa

fluxograma de empresas

As grandes empresas investem em modelagem dos processos, isto é, tentar representar a realidade e imaginar como aquilo funcionaria na prática.

Para isso, uma boa ideia é construir, por exemplo, um fluxograma que represente os processos de trabalho das empresas. A partir desse fluxograma, é possível enxergar gargalos operacionais, isto é, problemas que impedem a produção de acontecer mais rapidamente e/ou com maior eficiência.

Além disso, há o ciclo PDCA que também pode ajudá-lo a organizar a produção por meio de quatro etapas:

1. Planejamento (Plan): planejar e organizar a sequência de atividades.

2. Execução (Do): colocar em prática o que foi planejado.

3. Verificação (Check): monitorar e avaliar se as etapas estão sendo cumpridas ou se é necessário replanejar.

4. Ação (Act): caso haja gargalos na fase anterior, agir no sentido de corrigir os problemas.

Como identificar problemas e corrigi-los

No ciclo PDCA a fase de verificação é a chave para que você faça o monitoramento do processo produtivo. Quando ela chegar, você deve:

1. Identificar se as etapas estão acontecendo conforme o planejado, dentro da sequência de atividades e dentro do tempo determinado.

2. Verificar se há a possibilidade de melhoria da sequência de trabalho definida e se isso alteraria o resultado de forma positiva.

Nesse momento, tenha uma postura equilibrada entre levar o planejamento adiante e fazer modificações que sejam realmente relevantes para o processo de produção. Se preciso, use ferramentas de qualidade para ajudá-lo a perceber as falhas na execução, como o Diagrama de Ishikawa e o 5W2H.

Alguns tipos de processos produtivos

Há os processos de manufatura e os processos de serviços, e a escolha por um desses processos depende do tipo de empresa e do tipo de gestão que é exercida. Veja só alguns deles!

Processos de manufatura

  • Processo de produção em massa: processos automatizados, nos quais se produz grande quantidade de produtos sem muita diferenciação, devido ao alto grau de padronização.
  • Processo de projeto: o objetivo, aqui, é agradar o cliente com um produto único e exclusivo. Portanto, pode-se dizer que é uma produção de baixo volume, mas que agrega um grau alto de customização.
  • Processo em lote ou batelada: como o nome indica, é um processo que consiste em produzir grande quantidade e, para isso, é necessário equipamentos para fabricar em grande escala, além de mão de obra especializada para operar as máquinas.
  • Processo de jobbing: muito parecido com o processo de projeto, o jobbing permite fabricar mais itens com os mesmos recursos. O resultado é a grande variedade de produtos, mas em pouca quantidade.

Processos de serviços

  • Serviços em massa: esse tipo de processo tem uma divisão bem definida dos trabalhos e, portanto, os passos são altamente padronizados e elaborados, tomando por base a expectativa do cliente.
  • Serviços profissionais: são bastante voltados para o interesse do cliente e, portanto, exigem bastante tempo na realização do atendimento, muita dedicação no primeiro contato e em entender as necessidades do contratante.
  • Lojas de serviços: um intermediário entre os serviços de massa e os serviços profissionais. Aqui, há uma certa liberdade no modo como é feito o atendimento, transferindo parte das decisões para o próprio atendente.

Com a implantação e o monitoramento do processo produtivo, sua empresa ganha maior controle da operação, em relação aos custos e a possíveis falhas operacionais, mas também conquista a padronização das normas técnicas, otimização da produção e melhoria da qualidade do produto final.

Receba mais novidades como essa e fique antenado nas melhores técnicas para obtenção de excelentes resultados para a sua empresa. É só preencher o formulário abaixo e assinar nossa newsletter!

Leia Também