08002825480

CEO, CFO, COO: entenda o significado destas e outras siglas corporativas

Ler depois

CEO, CFO, COO: entenda o significado destas e outras siglas corporativas

Ler depois

As siglas corporativas facilitam a comunicação no trabalho e são aplicadas para nomear os novos cargos estratégicos das empresas diante dos desafios do mundo dos negócios no século XXI. Conhecê-las é fundamental para dialogar com o mercado!

Você já se deparou com expressões como CEO, CFO e CTO e sentiu-se desatualizado? As siglas corporativas mais utilizadas pelo mercado contêm uma série de expressões em inglês que podem causar algumas confusões em torno de seus significados.

Ao dominar a linguagem própria do universo corporativo, você demonstra conhecimento, evita constrangimentos e mal-entendidos e ganha maior poder de barganha com parceiros e fornecedores. Afinal, sua empresa vai se mostrar alinhada às tendências do mercado. Por isso, preparamos um glossário para que você se inteire e faça bons negócios. Acompanhe!

Qual o significado das siglas corporativas mais usadas no mercado?

Entenda o que faz um CEO, um CFO, um CTO ou mesmo uma CIO.

O que é CEO?

O CEO (Chief Executive Officer) é o diretor executivo. Trata-se do mais alto nível hierárquico operacional e, portanto, precisa ter autoridade e competência diante das necessidades do negócio. Cabem a ele a visão e a estratégia da empresa.

Por ser citado com tanta frequência, esse é um dos cargos que mais gera dúvidas. Então, respondemos a seguir a alguns dos principais questionamentos!

Tira dúvidas: como me tornar um CEO?

Embora empresas convoquem entrevistas para CEO, a tendência é que funcionários de dentro da própria organização assumam o cargo. Os diretores das áreas financeira e comercial são os mais indicados, pois têm uma visão macro dos negócios, boa comunicação com os stakeholders e habilidades para a gestão de pessoas.

A pós-graduação é bastante desejável, embora não seja um pré-requisito se o candidato mostrar-se apto. É essencial que o CEO saiba aliar habilidades analíticas e de negociações em processos estratégicos para a organização, o que pode ser desenvolvido dentro e fora das universidades. De qualquer forma, o estudo é fundamental.

Saber como um CEO deve se portar também é um diferencial. Um cargo de liderança exige que o profissional saiba representar a imagem da empresa nas mais diversas situações.

O que faz o CFO?

O CFO (Chief Financial Officer) é o diretor financeiro da empresa. Responsabiliza-se pelas finanças, acompanhando o orçamento, o fluxo de caixa e o planejamento financeiro. Também controla os objetivos e metas relativos a esse aspecto.

E o CIO?

O CIO (Chief Information Officer) é o Diretor de Tecnologia da Informação. Ele é responsável por implantar e dirigir ossistemas de informação utilizados pela empresa. Para isso, faz escolhas estratégicas para as tecnologias a serem utilizadas, alinhando-se sempre com os objetivos e a visão para o negócio.

Qual é a função do COO?

O COO (Chief Operating Officer) é o diretor de operações da empresa. Ele coordena as atividades de rotina das operações, cuidando da gestão de recursos, de melhorias na eficiência e na produtividade das operações. O COo e o CFO trabalham em conjunto.

O que é CRO?

O CRO (Chief Risk Officer) é o diretor de risco das empresas. Ele se responsabiliza por analisar e gerir os riscos em diversas áreas, prevenindo e reduzindo danos de potenciais ameaças. O TI é um dos setores contemplados.

E o que faz o CTO?

O diretor técnico, ou CTO (Chief Technical Officer), é indispensável para companhias de tecnologia e indústrias que requerem inovação constante em seus aparatos científicos e tecnológicos. Esse profissional se encarrega da pesquisa e do desenvolvimento.

Além das siglas que indicam os cargos, vale também conhecer as utilizadas para nomear técnicas e ferramentas para o funcionamento do negócio, tais como SEO, SaaS, KPI, CRM, ROI, M&A e ERP.

Entender as siglas corporativas melhora significativamente a comunicação e a imagem de seu negócio. Elas devem acompanhar um discurso bem-fundamentado com análises, experiências e teorias, de modo que você ganhe argumentos em suas transações e na defesa da imagem da empresa. Entretanto, procure não usar expressões estrangeiras em excesso, o que pode exercer o efeito contrário sobre seu discurso.

Agora que você já sabe o significado de diversas siglas corporativas e a importância da argumentação e do vocabulário para se sobressair no mundo dos negócios em qualquer segmento, confira o nosso post sobre técnicas de negociação e comece a faturar!

Leia Também