08002825480

Break even: como alcançar o ponto de equilíbrio em seu negócio?

Ler depois

Break even: como alcançar o ponto de equilíbrio em seu negócio?

Ler depois

Você saberia dizer em qual momento o seu negócio passou a gerar renda? O ponto de equilíbrio, também conhecido como break even point, busca responder essa pergunta!

Conhecer o ponto de equilíbrio das suas finanças é essencial para o planejamento estratégico de seu empreendimento. Por isso, este post vai mostrar como conhecer de perto a viabilidade e a lucratividade dos negócios e como calcular esses índices tão importantes para seu empreendimento. Continue a leitura e fique por dentro!

O que é break even?

Break even é o termo em inglês para o ponto de equilíbrio de uma empresa, ou seja, o ponto em que não há lucros ou prejuízos. Se você faz um investimento inicial para inaugurar um empreendimento, você recupera esses valores ao atingir o ponto de equilíbrio. Assim, nesse momento, os frutos materiais de seus esforços começam a surgir.

Esse indicador é especialmente importante para quem está no início do negócio. Afinal, não alcançar a rentabilidade de um empreendimento é uma situação bastante ruim. Mesmo que uma empresa beneficie muitas pessoas, ela precisa se sustentar para continuar gerando empregos e oportunidades.

O break even tornou-se importante por permitir um monitoramento mais eficiente da situação financeira da empresa. Dessa forma, os empreendedores verificam a viabilidade de suas operações e se elas valem o investimento.

Como calcular o break even point?

Agora que você já entende a importância do break even, está na hora de aprender a calcular esse índice e descobrir qual é o ponto de equilíbrio financeiro do seu negócio.

Há uma fórmula matemática simples para o cálculo:

PEF = (gastos fixos – gastos não-desembolsáveis) / margem de contribuição

Se você tem um custo fixo anual de R$ 39 mil, sofre uma depreciação de R$ 3 mil e tem uma margem de contribuição de R$ 6, seu ponto de equilíbrio é:

PEF = (R$ 39 mil – R$ 3 mil)/ R$ 6

PEF = 6 mil

Dessa forma, você precisa vender 6 mil unidades de seu produto para pagar o investimento realizado e ter lucros.

Outra fórmula para o cálculo do break even é:

PEF = custos fixos / (1 – custos variáveis / vendas)

Veja agora o que é considerado nessa segunda fórmula.

Custos variáveis

Despesas não-permanentes, com valores flutuantes. Referem-se às despesas para produzir um produto ou executar um serviço e variam de acordo com o volume de produção.

Custos fixos

Não variam em função do volume de produção ou vendas. Gastos permanentes, como folha de pagamento, internet e energia elétrica, são alguns exemplos.

Margem de contribuição

É o lucro que a empresa conquista com a venda de cada produto. Para calcular a margem de contribuição, basta definir o preço de venda do produto ou serviço e subtrair as despesas e custos variáveis relacionados a ele.

Calcular o ponto de equilíbrio é muito importante para que o gestor entenda em qual momento o negócio vai deixar de pagar os investimentos e conseguir lucros. Para alcançar esse ponto, é preciso investir em boas práticas financeiras. Confira:

3 estratégias financeiras para conquistar o equilíbrio no negócio

Papel e caneta na mão? Vamos lá:

Faça um planejamento financeiro

planejamento é um dos ingredientes fundamentais de qualquer empresa de sucesso. Por isso, é muito importante prestar bastante atenção a essa etapa.

Saiba qual é o investimento inicial necessário para começar as atividades e projete os custos fixos e variáveis para manter a empresa em funcionamento. Assim, fica mais fácil traçar estratégias realistas para superar o ponto de equilíbrio e começar a lucrar.

Adote estratégias inteligentes para redução de custos

Para deixar as finanças de sua empresa bem equilibradas, é fundamental reduzir gastos de maneira estratégica. Estude bem seus custos fixos e variáveis e verifique quais sãos os processos que geram desperdício de recursos.

Invista em gestão de processos

Um bom gestor deve conhecer e monitorar as rotinas do negócio. Verifique todas as etapas de produção e os responsáveis por cada uma delas. Converse com esses colaboradores, mostrando a eles como o empenho de cada um é fundamental para o crescimento de todos.

Agora, você já sabe como determinar o momento em que seu negócio vai passar a gerar lucro. Mas lembre-se: o ponto de equilíbrio financeiro ou break even nem sempre prepara sua empresa para situações de longo prazo. Portanto, alie o break even point a outras métricas na hora de montar o seu planejamento estratégico.

Gostou deste conteúdo? Quer mais dicas para crescer cada vez mais? Aproveite para ler também sobre a estratégia do oceano azul para inovar e conquiste novos mercados!

Leia Também