Venda de Artesanato: a Internet a seu favor

Ler depois

Venda de Artesanato: a Internet a seu favor

Ler depois

Já ouviu falar de venda de artesanato na Internet? Sabe como esse mercado funciona? O comércio online de produtos feitos à mão é um setor em franco crescimento e oferece muitas oportunidades para quem quer ganhar a vida com um negócio próprio. Confira:

Para alavancar suas vendas, é fundamental que as peças que você produz estejam disponíveis na Internet. Nada o impede de ter uma loja física, mas, se a ideia é continuar a crescer, a melhor forma para isso é garantir sua presença online.

E é muito simples usar a Internet para vender mais. Veja como aumentar sua renda com artesanato, seguindo dicas simples que costumam trazer resultados bem rápido.

Crie uma página no Facebook

O Facebook ainda é um dos melhores canais para venda de artesanato online por dois motivos: O primeiro, é a visibilidade que a plataforma proporciona, afinal, são mais de 100 milhões de pessoas no Brasil acessando a rede, o que significa que quase metade da população do país está no Facebook.

O segundo motivo, não menos importante, é a total gratuidade para montar uma loja nessa gigantesca vitrine. Para isso, você precisará criar uma fanpage, ou página, usando o seu perfil pessoal.

Recomendamos que, antes mesmo de criar sua página, você tenha uma foto de perfil e uma capa. A capa pode ser criada no Canva, uma plataforma virtual incrível, voltada para a criação de conteúdo visual (muito fácil de usar). Nela, você poderá criar também a sua imagem de perfil. Dito isso, vamos a um breve passo a passo:

  • Acesse seu perfil pessoal;
  • Clique numa seta para baixo, no canto superior direito da tela;
  • Clique em “criar página”;
  • Se você tem uma loja física, clique em “Negócio local” ou “lugar” e defina a localização;
  • Se você não tem um endereço, selecione entre “Empresa”, “Organização” ou “Instituição” e defina a área de atuação e o nome da empresa;
  • Insira uma imagem de capa e outra para perfil.

Agora que sua empresa é a feliz proprietária de uma página no Facebook, é hora de fazer com que ela gere clientes para o seu negócio. Assim, poste regularmente que encante seu público. Podem ser imagens e vídeos da sua produção, dicas de manutenção.

Lembre-se de variar as publicações, alternando entre dicas, tutoriais de como usar ou fazer algo, informações… Enfim, o céu é o limite para sua criatividade! Inspire-se em outras páginas que achar interessante e deixe a o perfil de sua empresa com um jeitinho todo especial que permita que as pessoas conheçam seus produtos e sigam a sua marca.

O segredo é publicar conteúdo relevante, que acrescente algo à vida das pessoas. Evite postar somente imagens dos produtos à venda, torne a experiência do seu público única e significativa. Divirta e encante!

Fale sobre seu processo de criação e produção e de como fazer para extrair o melhor de cada peça colocada à venda. Naturalmente, as pessoas vão se interessar.

Use o Instagram e o Elo7

Venda de artesanato online

O Instagram é uma rede social voltada para a publicação de imagens, que conta com mais de 50 milhões de usuários no Brasil. O texto que acompanha as publicações são mais curtos, não é permitido inserir links para acessar outros sites e podem ser inseridas palavras precedidas do caracter #, as chamadas hashtags. As hashtags identificam o tema de um conteúdo, relacionando-os entre si e com tópicos e temas semelhantes, desde que ambos estejam marcadas com a mesma hashtag.

Por exemplo, ao postar sobre seu novo catálogo de adegas em madeira, você pode criar uma hashtag (#adegassartesanais) e pedir aos seus amigos que compartilhem em seus perfis. Você também pode pesquisar por hashtags relacionadas que estejam bombando no Instragram (algo como #artesanatodevalor, por exemplo) e linkar sua postagem a essa hashtag. Ambas ações contribuem para aumentar a visualização da sua postagem. Com mais gente vendo seus produtos, maiores serão as oportunidades de venda.

Já o Elo7 é um site voltado diretamente para quem trabalha com artesanato. Uma das vantagens é que nele você poderá segmentar sua loja por tipo de produto. Bijuterias, decoração, jogos, brinquedos, além de uma grande variedade de categorias disponíveis, o que facilita para quem quer encontrar seus produtos.

Capriche nas fotos e descrições

Uma vez que você esteja online e postando fotos de suas peças, é importante que elas tenham boa qualidade e ajudem as pessoas a ter uma ideia mais exata de como elas são. É possível fazer as imagens com o seu próprio aparelho celular. No entanto, é preciso tomar alguns cuidados na hora de fotografar.

  • Enquadramento — centralize bem o produto, evitando espaços vazios em ambos os lados, acima e abaixo;
  • Fundo — prefira fundos de cor neutra, dê preferência ao branco, para que a atenção fique somente no produto;
  • Estabilidade e foco — certifique-se de que está com o celular totalmente parado na hora da foto, para evitar imagens tremidas e desfocadas.

Faça algumas fotos como treino e vá praticando, até sentir que estão boas o bastante para divulgar o seu artesanato.

Em sites ou redes sociais, você também vai precisar criar descrições de suas peças. Faça textos objetivos, chamando a atenção para as medidas dos produtos, e destacando suas qualidades. Dê instruções de uso, se necessário for. Caso vocês precise de mais informações, acesse nosso artigo sobre Como vender pela internet e lucrar mais.

Ajuste o preço antes de vender

Estipular preços nem sempre é fácil para quem está começando um site de venda de artesanato online. O primeiro obstáculo é estabelecer um parâmetro. Afinal, o valor de uma peça de artesanato varia muito de um artesão para outro. Contudo, você pode simplificar. Comece definindo o preço de custo das peças e adicione um percentual, que será o seu lucro.

Vamos supor que, para fazer um baú de ratan, você gaste R$ 200,00, somados os custos com o material para confecção, transporte, tintas e outros insumos. Adicione a esse valor um percentual, que pode ser, por exemplo, de 30%. Essa será sua margem de lucro, ou seja, seu pagamento pelo trabalho de construir a peça.

Para que suas peças não destoem dos valores praticados no mercado, pesquise produtos similares e estipule uma média de preços. Avalie se não está cobrando muito caro, tendo também o cuidado de não cobrar um preço baixo demais, o que em longo prazo significa prejuízo.

Considere o tempo para produzir e enviar

Expondo seus produtos pela Internet, serão grandes as chances de vender para pessoas de fora da sua região. Nesse caso, sua loja deve estar preparada para entregar as mercadorias pedidas em tempo hábil. A propósito, certifique-se de que, na sua página no Facebook, Instagram ou Elo7, sejam exibidos produtos que estejam disponíveis para entrega.

Com as redes sociais, as pessoas começarão a fazer perguntas e a mostrar mais interesse por alguns produtos do que por outros. Tente fazer disso um termômetro, priorizando a produção das peças que têm mais saída. Assim você evita a desagradável situação de não ter a mercadoria que o cliente gostaria.

Outro ponto importante, que se relaciona com o tópico anterior, é em relação ao tempo e valor da entrega. Ao preço de seu artesanato deve ser somado o custo do envio. Outro ponto importante: os Correios exigem a afixação da nota fiscal do lado de fora da embalagem. Se você não emite nota fiscal, procure regularizar sua empresa, mesmo que seja como MEI, pois não é possível enviar mercadorias via Correios sem esse documento anexo.

Conte com um plano de telefonia e Internet

Se estamos falando de vender artesanato pela Internet, nada mais adequado do que destacar um ponto fundamental, o plano de telefonia — fixa e móvel — e de Internet. Os brasileiros adoram o Whatsapp, que hoje é uma das principais vias de comunicação e de vendas por celular.

Com a chegada do Whatspp Business, ficou ainda mais fácil se comunicar com clientes e vender produtos utilizando o celular. O novo app possibilita cadastrar todas as informações sobre seu negócio, bem como respostas automáticas, além de disponibilizar a inserção de informações como localização e horário de funcionamento e estatísticas.

Lembre-se: a venda de artesanato na Internet exige presença constante e o Whatsapp Business necessita de um número diferente do cadastrado em seu perfil pessoal.

Agora que você está mais bem informado, vender suas peças com a Internet será bem mais fácil. Para continuar a receber conteúdos como esse, assine nossa news e saiba antes de todos as últimas novidades do mundo digital! Até a próxima!

Confira ofertas de Oi Móvel pra sua Empresa

CELULAR

CELULAR

Busque soluções pensadas especialmente pro seu negócio e decole suas vendas.

Leia Também