Segurança digital: por que as PMEs estão preocupadas?

Ler depois

Segurança digital: por que as PMEs estão preocupadas?

Ler depois

O conceito de credibilidade é bastante caro às empresas. Mais do que a qualidade dos serviços, ele remete às garantias que a sua companhia oferece aos clientes. A associação direta com a ideia de segurança, portanto, tem claros fundamentos.

As organizações que mais se preocupam com a confiabilidade que geram entre os clientes são fortemente inclinadas à adoção de práticas de segurança digital. Contudo, é comum que muitas, especialmente as pequenas e médias empresas, ainda não saibam a quais riscos se expõem e como iniciar as boas práticas nessa área.

Se você quer entender quais são os maiores ataques feitos contra as PMEs, como se prevenir e qual lugar a segurança de dados precisa ocupar em sua empresa para assegurar o seu posicionamento de mercado, acompanhe o que nós preparamos para você!

O que é segurança digital?

A segurança digital inclui uma série de ações para que não haja violação da integridade, confidencialidade e disponibilidade de dados pessoais e documentos.

Trata-se de uma das áreas mais importantes de uma companhia, já que vivemos na era da informação. Quando os dados estão em risco, todos os processos de sua empresa tornam-se mais frágeis, bem como a confiabilidade do usuário em seus produtos e serviços.

Os pilares da segurança de informação incluem: integridade, disponibilidade e confidencialidade: A integridade garante que a informação não sofrerá alterações no conteúdo, ou mesmo que haja exclusão dele sem que o proprietário da informação autorize.

  1. A confidencialidade refere-se à limitação da divulgação de informações para certas empresas e pessoas. Ela não torna a informação inacessível. Na realidade, faz com que ela só possa ser acessada após prévia autorização do proprietário dos dados.
  2. Já a disponibilidade garante que a informação estará à disposição sempre que necessário, mediante autorização do proprietário para o usuário que a requisita.
  3. A conformidade, a irretratabilidade e a autenticidade também são conceitos importantes para garantir que os conteúdos não vieram de fontes alteradas e que o sistema siga as leis e regulamentos.

Como pensar a segurança de dados no setor de telefonia?

Uma série de fatores contribuem para que a segurança da informação torne-se mais relevante na gestão da telefonia:

  • Valorização das informações como ativo principal das empresas;
  • Crescimento exponencial do uso da internet;
  • Restrição de mecanismos legais referentes aos atos criminosos no meio digital;
  • Aumento das linhas móveis nas empresas e da quantidade de dispositivos móveis.

Na gestão da telefonia, a segurança de dados deve ser inserida em sua governança corporativa e na política de segurança. Daí a necessidade de serviços customizados, que pensem no papel desses dispositivos nas operações de sua companhia, especialmente na era da comunicação unificada.

Por que as PMEs precisam se preocupar com a segurança de dados?

Embora já observemos melhorias significativa nos dispositivos e ferramentas usados no acesso à internet, não tivemos um progresso similar nos procedimentos de segurança nesse ambiente.

Além das brechas deixadas pelos desenvolvedores, há também que se considerar a falta de conhecimento dos usuários quanto às práticas de proteção dos seus próprios dispositivos. Senhas fracas, compartilhamento de cadastros e a exposição aos malwares são apenas alguns dos riscos aos quais eles se submetem.

O desafio torna-se maior nas pequenas e médias empresas, pois é frequente que os empresários não se considerem alvos de ameaças virtuais. Contudo, sem as ferramentas de segurança da informação, um único ataque pode comprometer todas as operações de uma PME. Ou seja, o tamanho do dano é bem maior para esse tipo de empresa.

Quais são as maiores ameaças à segurança de dados das PMEs?

Não é possível ter um crescimento saudável sem investimentos em segurança da informação e tecnologia. Algumas medidas simples, como definir regras de conduta e treinar colaboradores, fazem com que sua empresa seja uma mira mais difícil e funcionam melhor do que práticas corretivas. Entenda mais.

Ataques de negação de serviço (DDoS)

Nesse tipo de ameaça, uma rede de computadores sobrecarrega um programa ou página com tráfego de dados visando o congestionamento causando pane. Firewalls e outros dispositivos podem ajudar a evitar esses ataques.

Phishing

Nessa tática, os hackers tentam obter dados pessoais e financeiros de um usuário, pela utilização combinada de meios técnicos e engenharia social. Por exemplo pode-se utilizar e-mails com links falsos para que os usuários preencham formulários com fins maliciosos.

Pharming

Tipo específico de phishing que envolve o redirecionamento da navegação do usuário para sites falsos, por meio de alterações em servidores.

Para evitar o phishing ou o pharming, é fundamental que sua empresa invista em conscientização dos funcionários, de forma que eles aprendam a checar os links que recebem e para quem podem oferecer dados. Assim, tenha cuidado com os links que você recebe e com as informações que você fornece!

Vírus e Trojans

Tratam-se de programas instalados automaticamente (vírus) ou que levem o usuário a instalá-los por engano (cavalo de troia) nos sistemas da empresa.

Para evitá-los, invista em proteção antivírus de qualidade, em certificados SSL atualizados e no treinamento de seus funcionários.

Hackers

São agentes mal intencionados – especificamente, os crackers – que detectam falhas de segurança e acessam seus sistemas em busca de informações relevantes. Seus sistemas de segurança, bem como suas senhas, devem estar sempre atualizados para evitar ataques.

Qual é a melhor forma de garantir a segurança de TI em uma PME?

O custo e a falta de pessoal especializado já não é uma desculpa para as pequenas e médias empresas. Hoje, é possível encontrar conceitos de proteção sofisticados e adaptados para a realidade desse tipo de negócio.

Empresas de telefonia, como a Oi e seu segmento empresarial, têm realizado grandes investimentos em soluções de segurança para prefeituras, filiais e PMEs, especialmente as voltadas para a filtragem de tráfego entre a rede da empresa e a internet. Bons exemplos são os serviços de VPN, segurança multidispositivo e as soluções em nuvem, como a Oi Smartcloud e o VPN Vip, que asseguram suas atividades de maneira personalizada.

A troca de informações torna-se mais segura por meio dos canais criptografados. Além disso, as ferramentas ofertadas também impedem o acesso a sites maliciosos, a identificação e bloqueio de vírus e a disponibilização de mais banda para sites, aumentando o desempenho. A instalação é feita por uma equipe especializada, que também fornece suporte em todas as etapas do processo com custos acessíveis.

Antes de implementar um sistema de segurança em sua empresa, é preciso realizar um planejamento e entender quais informações precisam estar seguras. Isso passa pela delimitação do perímetro dos sistemas da empresa, pela geração de relatórios que identifiquem a possibilidade de falhas e, especialmente, pela definição de políticas de usuário, conforme explicamos a seguir.

A importância da política de segurança

A política de segurança é um termo de responsabilidade que define as normas e procedimentos a serem seguidos, a responsabilidade de cada um na rotina da empresa, bem como as ferramentas que devem ser utilizadas. Com essas regras, a sua empresa pode diminuir significativamente o rompimento da integridade, da disponibilidade e da confidencialidade.

Compreender o que é segurança da informação e o papel cumprido por ela no crescimento da empresa é essencial para crescer com notoriedade no mercado, conquistando a confiança de fornecedores e clientes.

Se você gostou das nossas dicas e deseja receber mais conteúdos para compreender os pilares da segurança digital, não perca a oportunidade de assinar a nossa news!

Confira as ofertas de Internet Oi pra Empresas

BANDA LARGA

BANDA LARGA

Atendimento exclusivo com o Oi Mais Empresas.

FIXO

FIXO

Ligações à vontade para todo o Brasil.

Leia Também