9 ideias para reduzir custos na empresa

Ler depois

9 ideias para reduzir custos na empresa

Ler depois

Em épocas de crise a ordem é só uma: reduzir custos! Mas, como fazer isso de maneira que não prejudique a produtividade da empresa? Este, sem dúvida, é um dos maiores desafios que os gestores têm de enfrentar. Confira nossas 9 dicas e coloque ordem nas finanças de seu negócio.

A redução de despesas pode fazer a diferença entre crescer e se destacar no mercado ou encerrar as operações. Pensando nisso, criamos este post tão importante para a saúde financeira de sua empresa!

Juros elevados, créditos escassos, inflação em alta e diminuição do consumo por parte dos clientes são sinais de que você precisa cortar despesas. Para ajudá-lo nesta árdua tarefa, criamos uma lista com 9 formas de identificar custos desnecessários e como reduzi-los. Tome nota e boa leitura!

1. Faça uma análise de custos

Antes de sair em busca de gastos com uma tesoura na mão, avalie seus custos e tente reconhecer onde realmente estão os gargalos de recursos. Para realizar essa análise, você deve conhecer profundamente os processos de seu negócio e entender como sua empresa aplica suas finanças.

Um inventário de custos que verifique mês a mês todos os gastos incorridos e suas variações pode ser de grande ajuda. Por meio do estudo dessas informações você será capaz de identificar onde os recursos esão sendo aplicados indevidamente.

2. Controle seu estoque

O estoque é a área responsável por boa parte dos ativos da empresa. Um controle ineficiente pode incorrer na perda de muitos recursos, como mercadorias com prazo de validade, cancelamento de pedidos ou serviços e, consequentemente, em menos entrada no caixa.

Investir em uma ferramenta de gestão de estoque pode ser uma boa ideia para sanar problemas no gerenciamento de seus pedidos e entregas. Existem diversas soluções para esse fim baseadas na computação em nuvem. Com elas, sua empresa não precisa dispor de uma infraestrutura robusta de TI, basta uma boa conexão com a internet e um computador.

3. Poupe itens descartáveis

Todo mundo sabe que sustentabilidade é uma das palavras da vez, e não é à toa! Só para ter uma ideia, após sair do display, a vida útil de um copo de plástico é de aproximadamente 13 segundos, enquanto seu tempo de decomposição varia de 250 a 400 anos!

Para piorar, os gastos com o famigerado copinho são altos quando colocados na ponta do lápis. Incentive seus funcionários a usarem canecas e garrafas de água. Que tal fazer uma ação de endomarketing e presenteá-los com itens customizados?

Digitalizar documentos também é uma opção para reduzir o consumo de papel na empresa e agilizar os processos administrativos. Com todas essas ações, além de incentivar seus colaboradores e cortar custos, você ainda ajuda nosso meio ambiente. Experimente!

4. Fique atento ao consumo de energia

A conta de luz pode ser uma forte vilã na tentativa de diminuir gastos. Caso sua empresa possua equipamentos antigos em funcionamento, saiba que eles são grandes consumidores de energia. A troca de aparelhos como servidores, ar-condicionado, entre outros, pode ajudar a reduzir sua fatura no final do mês.

Troque todas as lâmpadas convencionais do escritório, seja ele alugado ou home office, por lâmpadas de LED ou fluorescentes. Apesar de não parecer, essa ação reduz significativamente os gastos com energia, já que essas lâmpadas são mais econômicas e duram mais tempo. E essa dica também vale para sua casa, ok?!

5. Utilize um sistema de controle financeiro

Automatizar as tarefas de controle financeiro é uma maneira de auxiliar na redução de custos, uma vez que, por meio de alguns cliques, o gestor tem acesso a todas as informações relevantes acerca das finanças do negócio.

O investimento nesse tipo de solução também pode ser aplicado a pequenas empresas. Basta um computador e um bom plano de internet e você já pode utilizar sistemas online de controle financeiro – que não necessitam de servidores locais e podem ser acessados via web.

6. Considere a terceirização

Terceirizar certas tarefas dentro da rotina da empresa pode ser uma alternativa mais barata do que a contratação de novos colaboradores. Caso exista alguma atividade esporádica, é interessante pensar nessa opção.

Alguns serviços que são geralmente terceirizados em grandes empresas são a limpeza, a manutenção, a vigilância, a comunicação e até mesmo a contratação de pessoal. Além de economizar gastos, a empresa também lidará com menos burocracia, já que terá menos funcionários.

7. Invista em marketing digital

A mídia tradicional é cara e manter uma campanha de marketing fazendo uso dela pode acabar com boa parte dos recursos de uma empresa. Assim, o marketing digital é uma opção muito mais acessível para o micro e pequeno empresário.

Criar campanhas em redes sociais, e-mail marketing e marketing de conteúdo são algumas formas que sua microempresa pode usar para buscar mais clientes. Criar ações simples é muito fácil! Basta um pouco de conhecimento na área e uma boa conexão com a internet.

Se você ainda se sente inseguro nesse universo, tem recursos para investir e necessita de uma estratégia mais profissional, procure os serviços especializados em agências digitais. Assim, você abre uma nova frente e investe seu tempo em outras atividades.

8. Verifique o regime tributário

No Brasil, manter-se em dia com o fisco pode ser um tanto complicado. Os regimes tributários são confusos para aqueles que não têm total domínio do assunto. Com o auxílio de um contador, você verifica em quais enquadramentos sua empresa pode entrar e quais as vantagens de mudar de regime.

Certifique-se em qual regime tributário sua empresa realmente se encaixa nos diferentes momentos de sua existência, desta forma você pode obter menores taxações do governo. Lembre-se que os regimes de Lucro Real, Lucro Presumido, Simples Nacional e MEI não possuem as mesmas alíquotas e podem fazer grande diferença no bolso do empreendedor.

9. Contrate um bom plano de internet

Um bom plano de internet empresarial pode reduzir muito seus custos operacionais. Várias dicas de redução passadas neste post dependem de uma boa conexão com a web para serem postas em prática.

Junto ao plano de banda larga pra sua empresa, você também poderá negociar uma linha de telefonia fixa, o que facilita a comunicação entre colaboradores, fornecedores e clientes, aumentando a agilidade e produtividade de seu negócio. Além disso, muitas operadoras trabalham com planos de telefonia ilimitados, fixando o custo, sem surpresas no final do mês.

Com as ideias descritas neste post, você poderá reduzir as despesas de sua pequena e média empresa na busca pela otimização de seus recursos.

Gostou das dicas? Inscreva-se em nossa newsletter e fique por dentro das melhores dicas para empreendedores!

Leia Também