5 dicas para fazer uma transmissão via live nas redes sociais

Ler depois

5 dicas para fazer uma transmissão via live nas redes sociais

Ler depois

Sabia que mais de 100 milhões de horas de vídeo são  visualizados diariamente no Facebook? Quem conta é Mark Zuckerberg, fundador da rede social . Uma transmissão ao vivo nesses canais tem um poder de persuasão e capacidade de alcance enormes e incluir essa ação em sua estratégia pode fazer a diferença na hora de convencer um cliente. 

Contudo, para boa parte das pessoas, aparecer ao vivo pode ser uma ideia assustadora. A boa notícia é que você não precisa de nenhum tipo de qualificação especial para fazer lives memoráveis.

Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe nosso artigo com 5 dicas para que você e sua empresa façam lives incríveis e ainda se beneficiem dessa forma de atrair clientes. Vamos nessa?!

1. Primeiro, o que é uma live?

Embora possa parecer óbvio, há quem desconheça completamente o que significa uma live, mas isso não é problema. Como o próprio nome já indica, live — ou ao vivo, em inglês — é toda transmissão audiovisual que acontece em tempo real.

É importante lembrar que o conceito por trás das lives é que elas ocorrem em transmissões sem cortes nem edição. Ou seja, tudo acontece na hora, sem retoques.

É por isso que uma transmissão via live é, de certa forma, um grande desafio. Gerações que cresceram assistindo transmissões ao vivo, apenas pela televisão, podem ainda ter uma noção de que esse é um recurso disponível apenas para profissionais, quando, na verdade, todos podem utilizá-lo hoje em dia.

A transmissão direta representa um desafio considerável, mas, por outro lado, traz recompensas proporcionais. Grandes marcas e corporações fazem uso do live streaming — outro nome dado às transmissões ao vivo — para divulgar seus produtos, contar histórias e envolver as pessoas. A Dunkin’ Donuts, por exemplo, em sua primeira live pelo Facebook, transmitiu ao vivo a fabricação de um bolo gigante.

2. Conheça as plataformas ideais para transmissão ao vivo

A quantidade de ferramentas e recursos disponíveis para fazer transmissões ao vivo pela Web abre espaço para todo tipo de audiência e conteúdo. De bate papos informais com algum vlogger — espécie de blogueiro que, ao invés de publicar textos, faz vídeos sobre o assunto que deseja — até demonstrações de produtos e serviços, todos podem tirar proveito do que as mídias sociais e aplicativos web oferecem. Entre as principais plataformas, destacam-se:

  • Facebook — a rede social mais utilizada do mundo é também uma das mais usadas para transmissões ao vivo. Na área destinada às postagens, basta clicar em “Vídeo ao vivo” e, em seguida, “Transmitir ao vivo”. Tal como na TV, aguarde a contagem regressiva e comece sua live;
  • Youtube — por ser um serviço de hospedagem de vídeos, portanto, focado nesse formato de conteúdo, o Youtube oferece algumas opções a mais para live streaming. Acesse “estúdio de criação”, siga as orientações e configure seu equipamento para transmissões ao vivo;
  • Instagram — nessa rede social, vídeos ao vivo podem ser adicionados pela modalidade Stories. A diferença é que, depois de transmitido, o conteúdo só fica disponível por 24 horas;
  • Twitter — transmitir ao vivo pela rede social dos 280 caracteres é muito simples. Basta clicar na área reservada para publicações e, em seguida, na opção “Ao Vivo”.

3. “Luz, Câmera, Ação!” – O que fazer diante da câmera

Como todo conteúdo, a transmissão de vídeos ao vivo deve ter uma estratégia e um planejamento. Não se trata de tirar a espontaneidade do vídeo feito na hora, mas de ir ao ar sabendo do assunto que será abordado e falar ao público adequadamente. Mesmo programas televisivos dominicais, com toda a descontração e aparente bagunça, contam com um roteiro, ou seja, o apresentador já sabe o que vai acontecer antes de começar o show.

Planejar as transmissões ao vivo é, portanto, o primeiro passo para eliminar a insegurança. Sabendo dos assuntos a serem abordados, fica mais fácil direcionar a transmissão, afinal, você não falaria sobre algo que desconhece, certo?

Não precisa ser nada tão elaborado. Comece construindo uma pauta para um período de tempo e nela acrescente os conteúdos, conforme seu interesse e do seu público. A exemplo do que fez a Dunkin’ Donuts, uma ótima pauta é mostrar ao vivo o que você faz e como é feito, desde que seja um processo interessante o bastante para captar a audiência.

De acordo com as funcionalidades da ferramenta utilizada, tente inserir, na tela, informações acessórias sobre o que você está transmitindo. Se for uma receita, por exemplo, os ingredientes podem aparecer em forma de texto, na tela, conforme são apresentados.

Outro ponto importante é evitar períodos de silêncio prolongado. Preencha o tempo sem deixar “buracos”, caso contrário, as pessoas vão abandonar sua transmissão.

4. Avise o seu público antes de ir ao ar

Tudo que foi dito até agora parte do pressuposto que você já conta com algum tipo de mídia social ou, pelo menos, um site. Sendo assim, você poderá, antes de transmitir, ter uma ideia de quantas pessoas poderão acompanhar o seu vídeo ao vivo.

Uma transmissão em tempo real também não pode simplesmente aparecer do nada. Garanta, por intermédio das páginas de sua empresa, que as pessoas serão notificadas de que em dia x, hora y, você estará ao vivo falando sobre o novo produto, à venda, que sua empresa acaba de incorporar ao portfólio.

5. Garanta equipamentos e infraestrutura adequada

O local que você tem disponível para transmitir conta com iluminação suficiente? Há muitos ruídos que possam atrapalhar a transmissão? O ambiente está adequado e decorado? Sua internet banda larga ou seu plano de internet empresarial garante um streaming contínuo e sem interrupções?

De pouco vale ter um produto ou serviço interessante para mostrar, se você não conta com a estrutura mínima para isso. Não precisa ser algo muito profissional, mas as pessoas gostam de ver transmissões com qualidade suficiente para não deixar dúvidas sobre o que é mostrado. Não seria nada legal, por exemplo, ouvir sua fala “picotando”, portanto, esteja com tudo preparado para que sua transmissão ao vivo não seja interrompida.

Pronto para sua primeira live? Aproveite e confira outras vantagens da tecnologia e conheça essas ferramentas indispensáveis para empreendedores! E não se esqueça, para seu vídeo ir ao ar você precisa estar conectado à internet.

Confira as vantagens do Oi Empresas pro seu negócio!

FIXO

FIXO

CELULAR

CELULAR

BANDA LARGA

BANDA LARGA

Leia Também